Cristiano Müller

Executivo de uma multinacional por 19 anos, o gaúcho Cristiano Müller agora se dedica a dar palestras e guiar nas montanhas. Enquanto executivo, foi responsável por gerenciar a construção de importantes projetos do setor de energia em várias partes do mundo, com expatriações a países como Espanha e Venezuela. Por quase 4 anos, Cristiano teve que realizar verdadeiras manobras para dividir o seu tempo entre a sua carreira corporativa e o que se tornou uma grande paixão em sua vida: escalar as maiores montanhas do mundo. Dessa paixão, nasceu o projeto “NO TOPO DO MUNDO”, em que Cristiano decidiu tirar um ano sabático, o qual teve início em junho de 2015, com o objetivo de escalar algumas das principais montanhas do planeta, culminando com a CONQUISTA DO MONTE EVEREST, em maio/2016. Cristiano é o 16º brasileiro a realizar tal feito.
Durante os 12 meses de duração do projeto, Müller aventurou-se em montanhas no Alasca, França, Itália, Nepal e Tanzânia, tendo sido cada uma destas montanhas selecionadas estrategicamente por ele, de acordo com as suas características específicas, visando trazer-lhe a melhor reparação e aprendizado necessários para enfrentar o desafio de chegar ao topo da montanha mais alta do mundo. Em julho de 2017, o montanhista retornou ao Alasca, conquistando o topo do Monte Denali, a montanha mais alta da América do Norte e considerada a mais fria do mundo.
Certificado pelo PMI como Project Manager Profissional (PMP®), e tendo atuado por vários anos como Gerente de Projetos, Cristiano aplicou muitas técnicas e boas práticas de Gerenciamento de Projetos para conseguir ter sucesso em seu audacioso empreendimento.
“Durante a execução do meu projeto, enfrentei inúmeras dificuldades e situações desafiadoras.
Além de todos os riscos, incertezas e adversidades que envolvem as expedições de alta montanha, tornar o projeto financeiramente viável em um cenário econômico extremamente desfavorável, não foi tarefa fácil. Entretanto, graças a um bom planejamento realizado, muita disciplina, e a
implementação de algumas soluções criativas e inovadoras, o objetivo do projeto foi alcançado com êxito. E o que é melhor, dentro do orçamento previsto”.
Depois de finalizada a incrível experiência do Everest, Cristiano retomou a sua carreira corporativa na mesma empresa onde trabalhava antes do início do projeto, a General Electric (GE), que adquiriu o negócio de energia da francesa ALSTOM. No seu retorno, o executivo foi convidado a assumir a posição de Gerente de Planejamento para a América Latina. Depois de um ano na função, e, paralelamente, realizando palestras ao público corporativo em geral, Cristiano fundou a NO TOPO O MUNDO EXPEDIÇÕES & CONSULTORIA, empresa à qual se dedica atualmente em tempo integral, com o objetivo de atingir, motivar e incentivar um número cada vez maior de pessoas a alcançar os seus objetivos. Como dizia Aldous Huxley: “Conhecimento não é aquilo que você sabe, mas o que você faz com aquilo que você aprende”. Além das palestras, um livro e um documentário sobre o projeto estão em fase final de produção.

Compartilhe: